Pesquisa revela as tendências do viver contemporâneo

23 de outubro de 2017

O Salone Del Mobile, realizado anualmente em Milão, na Itália, apresentou em sua última edição o LivingSpace, um estudo inédito sobre o futuro do design, do mobiliário e do modo de viver contemporâneo.

De acordo com os pesquisadores, os lares de hoje têm assumido um novo papel na experiência social contemporânea e representam um espelho não só das novas tendências estéticas e expressivas, mas também revelam muito sobre o comportamento e estilo de vida de quem neles vive.

Assim, o LivingSpace investiga em diversas casas pelo mundo quatro aspectos totalmente interligados: as pessoas; os espaços físicos onde a vida acontece; os objetos, como móveis, utensílios e ornamentos; e as imagens por meio das quais a estética contemporânea se expressa.

Entre as megatendências identificadas pela pesquisa, estão:

1 – Reflexo

O lar é hoje é um espelho não só da estética contemporânea, mas também do comportamento de seus moradores. Assim, cada vez mais, as pessoas buscam inserir nos ambientes móveis, objetos e estilos de decoração que expressem suas individualidades.

2 – Viver híbrido

O design sustentável substituindo matérias-primas, materiais, tecnologias e processos por outros menos nocivos ao meio ambiente. As casas serão cada vez mais inspiradas no mundo orgânico, na natureza que as circunda. Outra tendência é a possibilidade de duplo uso dos espaços que, além de moradia, acabam se tornando também ambientes de trabalho.

3 – Tecnologia

Mobiliário e decoração com tecnologia e personalização. A revolução digital traz aos lares a automação, a hiperconexão e amplia a possibilidade do DIY (“faça você mesmo”). Além disso, há a economia colaborativa, que contribui para a ressignificação dos espaços privados, estimulando negócios como o Airbnb.